Como resolver 0x800710FE ao tentar excluir um arquivo

Alguns usuários do Windows encontram o 0x800710FE (no momento, este arquivo não está disponível para uso neste computador)  ao tentar excluir um arquivo ou pasta. O problema não é específico do sistema operacional, mas parece ocorrer principalmente com arquivos e pastas gerados por pacotes de segurança de terceiros.

De longe, a instância mais comum que será responsável pelo aparecimento do erro 0x800710FE  é a sincronização de arquivos nativa do Office (que está presente em todas as versões recentes do Windows, mas não é habilitada por padrão).

Se você for técnico, pode evitar que o erro reapareça acessando as configurações da Central de sincronização por meio do painel de controle clássico e desabilitando Arquivos offline ou executando uma série de comandos dentro de um prompt CMD elevado.

Caso o problema seja causado por uma falha do banco de dados CSC, você pode corrigir o problema criando uma chave FormatDatabase usando o Editor do Registro.

No entanto, o problema também pode ser causado por erros lógicos em sua unidade - neste caso, uma verificação CHKDSK deve resolver o problema automaticamente. Se o arquivo estiver criptografado ou se seu usuário não tiver permissão para editá-lo, uma maneira que permitirá que você o exclua é inicializar a partir de um drive LIVE USB Ubuntu e excluí-lo através do terminal.

Método 1: desative a sincronização de arquivos offline

Acontece que, na maioria dos casos, esse problema específico é causado por um arquivo ou dependências associadas à sincronização de arquivos offline.

Se este cenário for aplicável, você deve conseguir corrigir o problema usando a interface do Painel de Controle Clássico para acessar as configurações de Sincronização e desabilitar Arquivos Offline no menu Gerenciar Arquivos Offline.

Aqui está um guia rápido sobre como fazer isso:

Observação: as instruções abaixo devem ser aplicáveis ​​independentemente da versão do Windows na qual você está encontrando o problema.

  1. Pressione a tecla Windows + R para abrir uma caixa de diálogo Executar . Dentro da caixa de texto, digite 'control' e pressione Enter para abrir a interface clássica do Painel de Controle.
  2. Quando estiver dentro da interface clássica do Painel de Controle , use a função de pesquisa (seção superior direita) para pesquisar ' centro de sincronização ' e pressione Enter.
  3. Em seguida, clique duas vezes na Central de sincronização na lista de resultados.
  4. A seguir, no menu do lado esquerdo, clique em Gerenciar arquivos offline .
  5. Uma vez dentro do menu Arquivos offline , selecione a guia Geral e clique em Desativar arquivos offline .
  6. Quando solicitado pelo UAC (Controle de Conta de Usuário) , clique em Sim para conceder acesso de administrador.
  7. Depois que o recurso Arquivos offline for desabilitado, repita a ação que estava causando o 0x800710FE

Caso você ainda encontre o mesmo erro ou os recursos off-line já tenham sido desativados, vá para a próxima correção potencial abaixo.

Método 2: formatando banco de dados CSC por meio do Editor de registro

Se desabilitar a sincronização de arquivos não funcionar para você, a próxima etapa lógica seria usar o Editor do Registro para criar uma chave FormatDatabase que permitirá que você reinicie qualquer cluster de dados que possa acionar o 0x800710FE  devido a problemas de permissão.

Vários usuários afetados confirmaram que o problema foi resolvido rapidamente e que o erro Este arquivo não está disponível para uso neste computador  não ocorreu mais depois de seguirem as instruções abaixo e reiniciarem o computador.

Aqui está um guia rápido que permitirá que você formate o banco de dados CSC por meio do Editor do Registro:

  1. Abrir uma caixa de diálogo Executar pressionando a tecla Windows + R . Em seguida, digite 'regedit' dentro da caixa de texto e pressione Enter para abrir o Editor do Registro. Quando solicitado pelo UAC (Controle de Conta de Usuário) , clique em Sim para conceder privilégios administrativos.
  2. Assim que estiver dentro do Editor de registro, use o menu do lado esquerdo para navegar até o seguinte local:
    HKEY_LOCAL_MACHINE \ System \ CurrentControlSet \ Services \ CSC

    Observação: você também pode chegar lá instantaneamente colando o local diretamente na barra de navegação e pressionando Enter.

  3. Depois de conseguir chegar ao local correto, vá para o menu do lado direito. Quando estiver lá, clique com o botão direito em um espaço vazio e escolha Novo> valor Dword (32 bits) .
  4. Nomeie o valor Dword recém-criado 'FormatDatabase'  e clique duas vezes nele para modificá-lo.
  5. Na janela Editar Valor DWORD (32 bits) associada a FormatDatabase, defina a Base como Hexadecimal e os Dados do Valor como 1 . Em seguida, clique em Ok para salvar as alterações.
  6. Após a conclusão da modificação, feche o Editor do Registro e reinicie o computador para ver se o problema foi resolvido.

Caso o mesmo problema ainda esteja ocorrendo e você ainda esteja impedido de excluir certos arquivos pelo erro 0x800710FE  , vá para a próxima correção potencial abaixo.

Método 3: Desativando a Central de Sincronização via CMD

Acontece que um dos recursos mais comuns que podem causar esse 0x800710FE (no momento, esse arquivo não está disponível para uso neste computador) é a Central de Sincronização. Mesmo que este recurso não deva ser habilitado por padrão, você pode achar este cenário aplicável caso você tenha previamente estabelecido uma parceria sincronizada (você disponibilizou alguns arquivos ou pastas de rede offline).

Se um desses arquivos / pastas parte desta parceria compartilhada acabar causando o 0x800710FE,  você provavelmente pode resolver o problema desabilitando o driver e serviço da Central de Sincronização, limpando o Cache do Cliente, desabilitando as tarefas agendadas e evitando a Sincronização Center desde o início a cada logon.

Muitos usuários que encontraram este problema relataram que o problema foi embora e eles conseguiram excluir a pasta após seguir as instruções abaixo e reiniciar o computador.

Aqui está um guia rápido sobre como desativar a Central de sincronização para resolver o código de erro 0x800710FE  :

  1. Pressione a tecla Windows + R para abrir uma caixa de diálogo Executar . Dentro da caixa de texto, digite 'cmd' e pressione Ctrl + Shift + Enter para abrir um prompt CMD elevado. Quando você vir o UAC (Controle de Conta de Usuário) , solicitar, clique em Sim para conceder acesso de administrador.
  2. Dentro do prompt CMD elevado, digite o seguinte comando e pressione Enter para desativar o driver e o serviço associados à Central de Sincronização:
    para% G in ("CSC", "CscService") faça a configuração sc "% ~ G" start = disabled
  3. Na mesma janela CMD, digite os seguintes comandos e pressione Enter após cada um para limpar o Cache do lado do cliente (CSC):
    takeown / f "% windir% \ CSC" / a / r icacls "% windir% \ CSC" / grant: r * S-1-5-32-544: F / t / c / q icacls "% windir% \ CSC "/ concessão: r * S-1-5-18: F / t / c / q para / d% G in ("% windir% \ CSC \ v2.0.6 \ namespace \ * ") do rd / s / q "% ~ G"
  4. Assim que cada comando for processado com sucesso, digite os seguintes comandos e pressione Enter após cada um para desativar as tarefas agendadas associadas à Central de Sincronização :
    schtasks / change / tn "\ Microsoft \ Windows \ Offline Files \ Background Synchronization" / disable schtasks / change / tn "\ Microsoft \ Windows \ Offline Files \ Logon Synchronization" / disable
  5. E, finalmente, evite que a Central de Sincronização seja iniciada a cada logon, executando os seguintes comandos e pressionando Enter após cada um:
    reg add "HKCU\Software\Classes\Local Settings\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\SyncMgr" /v "StartAtLogin" /t REG_DWORD /d 0 /f reg add "HKCU\Software\Classes\Local Settings\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\SyncMgr\HandlerInstances\{750FDF10-2A26-11D1-A3EA-080036587F03}" /v "Active" /t REG_DWORD /d 0 /f reg delete "HKCU\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\SyncMgr" /f reg delete "HKCU\Software\Classes\Local Settings\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\NetCache" /f reg delete "HKCU\Software\Classes\Local Settings\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\SyncMgr\HandlerInstances\{750FDF10-2A26-11D1-A3EA-080036587F03}\SyncItems" /f
  6. Once every command is successfully processed, close the elevated CMD prompt and restart your computer.
  7. At the next startup sequence, attempt to delete the folder or file that was triggering the error and see if the problem is now fixed.

In case you’re still encountering the 0x800710FE (This file is currently not available for use on this computer), move down to the next potential fix below.

Method 4: Deleting file via USB Ubuntu drive

If none of the other methods above have allowed you to fix the issue, you should try creating a USB Live ubuntu drive and boot from it in order to remove the file or folder that is causing the 0x800710FE (This file is currently not available for use on this computer).

Several affected users that have tried this fix and performed a CHKDSK afterward have reported that they’ve successfully managed to get rid of the file or folder that was refusing to go conventionally.

Here’s a quick guide on creating a Live Ubuntu USB drive on Windows and boot from it in order to delete the folder or file that’s triggering the 0x800710FE: 

  1. Visit this link (here) and download the latest ISO image of Ubuntu. It’s recommended that you download the LTS version if possible. Just click on the Download button once you get to the correct page.
  2. While the Ubuntu image is downloading, visit this link (here) and download the latest version of the Universal USB Installer via the Download UUI button. Find it by scrolling down the page.
  3. Insert a flash disk that you plan on using as the Ubuntu Live image. Make sure to backup any important data on it, since the next procedure will end up formatting the drive.
  4. After the installation executable of UUI is downloaded, double-click on it, accept the License Agreement, then follow the on-screen instructions to complete the installation.
  5. At the next screen, choose Ubuntu via the drop-down menu (under Step 1), then click on Browse (associated with Step 2)  and select the .ISO image that you downloaded at step 1.
  6. Next, use the drop-down menu associated with Step 3 to select the drive you want to install the live Ubuntu image on.
  7. After you select the drive, ensure that you check the box associated with Fat32 Format Drive. Once you are ready to go, click on Create and wait for the process to complete.
  8. After the process is complete, restart your computer and boot from the USB drive at the next system startup by pressing the key associated with entering your boot menu (most commonly F2, F10, and F12). Once you get to the Boot Menu, select your flash drive to boot from your Ubuntu live image.
  9. Wait until your computer boots from the Ubuntu live image, open a Terminal and type the following command and press Enter to remove the directory that was previously triggering 0x800710FE:

    rm -r MyDirectory

    Note: Keep in mind that MyDirectory is simply a placeholder. Be sure to replace it with the exact location that you want to delete.

  10. After you manage to delete the file or folder from within the Ubuntu Live image, restart your computer and ensure that you boot from your HDD or SSD at the next startup by removing the Ubuntu live flash drive as soon as you get past the initial screen.

In case you did follow the instructions above, it’s highly recommended that you also perform a CHKDS scan. Do this by following the next method below.

Method 5: Performing a CHKDSK scan

Since using a Ubuntu Live image to delete a directory is known to open to create bad sectors and metadata corruption, it’s very important to eliminate this complimentary issue as soon as possible.

Fortunately, Windows includes a built-in utility (CHKDSK) that is capable of scanning for errors and corruptions and repair any logical errors and corrupted data that a forceful deletion attempt might have left behind.

CHKDSK (Disk Error Checking utility) on Windows 10 is much more efficient than previous iterations, but in order to ensure that it has the necessary permissions to repair the bad files, you will need to ensure that it’s opened into an elevated CMD window.

In case you don’t know how to start a CHKDSK scan & repair process, follow this guide here on running CHKDSK.

Note: The instructions should work regardless of which Windows version you’re encountering the issue on.

Tags Windows